Browse By

NUNCA PROVOQUE PESSOAS INTELIGENTES

 

 

 

Na Câmara, ainda no Rio, quando seu presidente Ranieri Mazzini deu a palavra a Carlos Lacerda, o representante do Distrito Federal, deputado Bocaiuva Cunha, foi rápido e gritou ao microfone, sob os risos do plenário: – Lá vem o purgante ! 


Lacerda, num piscar de olhos, respondeu: – Os senhores acabaram de ouvir o efeito !
(Muito mais risos, até dos adversários…)

…………………………………….

Certa vez Einstein recebeu uma carta da Miss New Orleans / USA, onde ela dizia:
"Professor Einstein, gostaria de ter um filho com o senhor… A minha justificativa se baseia no fato de que eu, como modelo de beleza, tendo um filho com o senhor, certamente o garoto teria a minha beleza e a sua inteligência."

Einstein respondeu-lhe:
"Querida Miss New Orleans, o meu receio é que o nosso filho tenha a sua inteligência e a minha beleza."

………………………………..

Quando Churchill fez 80 anos, um repórter (de menos de 30) foi fotografá-lo e disse:
"Sir Winston, espero fotografá-lo novamente nos seus 90 anos."

Resposta de Churchill:
"Por que não? Você me parece bastante saudável…"

…………………………………

O general Montgomery está sendo homenageado, pois venceu Rommel na batalha da África, na 2ª Guerra Mundial. Parte do seu discurso:

"Não fumo, não bebo, não prevarico e sou herói."
Churchill ouviu o discurso e com ciúme, retrucou:

"Eu fumo, bebo, prevarico e sou o Chefe dele!"

…………………………………..

Bate-boca no Parlamento inglês.
Aconteceu num dos discursos de Churchill em que estava uma Deputada oposicionista, Lady Asfor, do tipo

"Heloisa Helena" do PSOL brasileiro, que pediu um aparte. Todos sabiam que Churchill não gostava que interrompessem os seus discursos. Mesmo assim concedeu a palavra à Deputada. E ela disse em alto e bom som:

"Senhor Ministro, se V.Exa. fosse o meu marido, eu colocava veneno em seu chá!"
Churchill, lentamente tirou o óculos, seu olhar astuto percorreu a platéia e com o silêncio com que todos o aguardavam, lascou:

"Nancy, seu fosse o seu marido, eu tomaria esse chá!"

……………………………………

Uma mulher, de táxi, com a filha de 11 anos, andam à noite. No caminho, a menina vê mulheres rodando "bolsinhas".

– Mãe, o que aquelas mulheres estão fazendo?

– Esperando seus maridos saírem do trabalho.
O taxista rindo, diz: "Fale a verdade para a garota… Elas são prostitutas, e estão esperando clientes que lhes paguem para fazer sexo!"
Todos ficam calados até que a menina pergunta:

– Aquelas mulheres também têm filhos, mamãe?

– Claro que sim, filha! Como você acha que nascem os taxistas?!"

MORAL DO HISTÓRIA: Nunca se meta na conversa dos outros.
…………………………..

 

 

Bernard Shaw visitava os Estados Unidos da América, quando um repórter, numa entrevista coletiva, perguntou-lhe:

– Então, o que o senhor achou da civilização americana?

B. Shaw respondeu:

– Seria interessante…

………………………………..

Telegramas trocados entre o dramaturgo Bernard Shaw e Churchill, seu desafeto.
Convite de Bernard Shaw para Churchill:

"Tenho o prazer e a honra de convidar digno Primeiro-Ministro para primeira apresentação minha peça Pigmaleão (que se transformaria no musical My Fair Lady). Venha e traga um amigo, se tiver." B.Shaw.
Resposta de Churchill:

"Agradeço ilustre escritor honroso convite. Infelizmente não poderei comparecer primeira apresentação. Irei à segunda, se houver." W.Churchill

…………………………….

A melhor anedota sobre prostituição é de Bernard Shaw. Ele estava em uma festa, numa roda de amigos e mulheres, e discutiam sobre a prostituição, e todos concordavam que fazer qualquer coisa por dinheiro, era justificável, desde que o valor fosse alto o suficiente.

“Não, disse uma mulher, certamente que não!”

"Ah, sim, disse B. Shaw. Por exemplo, você dormiria comigo por um… milhão de libras?

“Bem, disse ela, talvez. Por um milhão… Eu iria, sim.” “Você faria isso por dez xelins? , disse Bernard Shaw.

“Certamente que não! Disse a mulher. O que você acha que eu sou? Uma prostituta?” "Isso nós já estabelecemos, disse Bernard Shaw. Agora estamos apenas tentando chegar ao seu preço!"

Obs: Este artigo, cujo o autor é desconhecido, resulta de um email enviado por um amigo do Raiz da Vida.

Autor:Dr. Edvaldo Tavares

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *